img-book
Categorias: , , Etiqueta:

Lex Icon
de Salette Tavares

de: Salette Tavares

Lex Icon foi publicado originalmente em 1971, pela Moraes Editores, na sua célebre colecção «Círculo de Poesia». O volume que a Tigre de Papel agora dá à estampa, em reedição fac-similada, volta a tornar disponível uma obra fundamental do movimento da chamada poesia experimental portuguesa – de que Salette Tavares foi uma das figuras mais preeminentes – há muito esgotada.

No contexto da obra de Salette Tavares, Lex Icon é um ponto alto de um processo, iniciado com a publicação de Espelho Cego, em 1957, de produção de uma linguagem poética híbrida, que esbate fronteiras entre texto, sons, imagens e objectos, ao mesmo tempo que se constitui como uma profunda reflexão teórica sobre o modo do fazer poético, intimamente identificado com o trabalho de «fabricação» do artesão, num exercício minucioso de permanente desconstrução de significados.

Lex Icon está dividido em três partes: «Lex», «Icon» e «Lex Icon». As duas primeiras partes são compostas apenas por um poema cada uma, constituindo ambas uma espécie de função de mote. A terceira parte é composta por 26 poemas, cada um deles dedicado a um objecto da casa.

13,00

Tag:
Autor/a
Livros disponíveis de Salette Tavares
sobre o livro
Overview

Lex Icon foi publicado originalmente em 1971, pela Moraes Editores, na sua célebre colecção «Círculo de Poesia». O volume que a Tigre de Papel agora dá à estampa, em reedição fac-similada, volta a tornar disponível uma obra fundamental do movimento da chamada poesia experimental portuguesa – de que Salette Tavares foi uma das figuras mais preeminentes – há muito esgotada.

No contexto da obra de Salette Tavares, Lex Icon é um ponto alto de um processo, iniciado com a publicação de Espelho Cego, em 1957, de produção de uma linguagem poética híbrida, que esbate fronteiras entre texto, sons, imagens e objectos, ao mesmo tempo que se constitui como uma profunda reflexão teórica sobre o modo do fazer poético, intimamente identificado com o trabalho de «fabricação» do artesão, num exercício minucioso de permanente desconstrução de significados.

Lex Icon está dividido em três partes: «Lex», «Icon» e «Lex Icon». As duas primeiras partes são compostas apenas por um poema cada uma, constituindo ambas uma espécie de função de mote. A terceira parte é composta por 26 poemas, cada um deles dedicado a um objecto da casa.

Detalhes

Editora: Tigre de Papel
Data de publicação: 2017 (1971)
Nº de páginas: 88