O Pesadelo de Obi

O Pesadelo de Obi foi elaborado por Ramón Esono Ebalé e por dois companheiros sob pseudónimo. A sátira pungente ao regime de Obiang, apesar de proibida, correu a Guiné Equatorial de mão em mão e Esono Ebalé foi preso. A situação ganhou dimensão internacional e o autor foi libertado após longos meses numa das mais violentas prisões africanas.

O Pesadelo de Obi é uma BD onde se narram, em tom humorístico, as desventuras de uma personagem, uma representação de Obiang, que uma manhã acorda convertido num guineense normal, vítima da miséria e da opressão da sua própria ditadura.

Este «artefacto proibido» foi traduzido agora para português, e é publicado pela Tigre de Papel, com o mesmo objetivo com que foi lançado originalmente na Guiné Equatorial: chamar a atenção para a realidade do atual regime deste país da CPLP.

Em destaque no blogue Bandas Desenhadas.

Em destaque no blogue As Leituras do Pedro.

17,75

Informação adicional

autor/a Chino, Ramón Esono Ebalé, Tenso Tenso
ano de publicação 2019
nº de páginas 138
editora Tigre de Papel